O Fertilitat é um centro de medicina reprodutiva pioneiro que une inovação científica, sensibilidade e ética na realização do sonho de milhares de casais. A clínica, liderada pelos médicos Alvaro Petracco e Mariangela Badalotti, tem como objetivo prestar um serviço qualificado e alinhado com as mais avançadas tecnologias da área da reprodução humana.

 

Atuando com ética e seriedade, o centro dedica-se à investigação e ao tratamento da infertilidade conjugal, bem como à preservação da fertilidade. A cada casal que o procura, o Fertilitat oferece uma acolhida carinhosa, dedicação individual, os melhores tratamentos e todo o apoio emocional necessário. Para isso, conta com o empenho de uma equipe de especialistas, muitos deles professores renomados e com vasta produção na área da pesquisa científica. Soma-se a isso um laboratório moderno, equipamentos de alta tecnologia e as técnicas mais atuais e confiáveis, muitas vezes trazidas ao Brasil em primeira mão pelo Fertilitat.

 

Para manter-se sempre à frente nas descobertas da medicina, o centro mantém um programa de intercâmbio científico com várias instituições nacionais e internacionais. Esse trabalho, conduzido de forma eminentemente científica, culminou na elaboração de um grande número de trabalhos e pesquisas de referência, publicados e apresentados em congressos nacionais e internacionais.

 

Inaugurado efetivamente em 1991, o Fertilitat teve sua trajetória iniciada em 1987, quando era ainda um Grupo de Fertilização Assistida. Foi resultado do trabalho desse grupo o nascimento do primeiro bebê de reprodução assistida do Rio Grande do Sul, em 1989. Álvaro Luís Santos – cujo nome é uma homenagem ao diretor do Fertilitat, Alvaro Petracco.

 

No início da década de 90, nasceram, através do trabalho do Fertilitat, os primeiros gêmeos de fertilização in vitro do Rio Grande do Sul. Quatro anos depois, a clínica foi responsável pelo primeiro relato de gravidez com uso de espermatozoide retirado do epidídimo da América Latina. Desde 1997, o centro conta com certificado de acreditação da Red Latinoamericana de Reproducción Asistida.

 

Fertilitat é responsável, ainda, pelo primeiro nascimento através de congelamento de óvulos por técnica lenta do Brasil, em 2002. A tecnologia e o conhecimento de ponta sempre foram a base do trabalho da Clínica, postura a qual se deve muito de seu pioneirismo. O novo laboratório de reprodução assistida do Fertilitat, inaugurado em 2007, foi um dos primeiros do Brasil totalmente adequado às normas da Anvisa.

 

Em 2009, a clínica foi premiada pela ADVB, na categoria Responsabilidade Social, pela criação do Instituto Assistireh, uma instituição não-governamental criada em 2006 com o objetivo de facilitar o acesso às técnicas de reprodução assistida a casais que, em plenas condições de criar um filho, não podem pagar pelo tratamento. Em 2010, o projeto recebeu o prêmio Top Cidadania da ABRH.

 

Ao todo, mais de 4 mil bebês já vieram ao mundo através do trabalho do Fertilitat. A equipe é formada por profissionais altamente capacitados, alinhados com as mais modernas práticas de reprodução assistida em nível mundial. A atualização científica é uma das características da clínica – seus integrantes investem constantemente em pesquisas na área, são autores de artigos de referência e participam dos principais congressos da especialidade.


Nossa Estrutura

Certificados e Premiações