15/01/2019

Confira sete informações que você precisa saber sobre a endometriose

Os casos de endometriose aparecem cada vez mais entre as mulheres. A doença é caracterizada por pequenos pedaços do endométrio, a camada interna do útero, que ficam fora de seu local de origem. Em geral, na capa de tecido que recobre os órgãos de dentro do ventre, mas podem estar localizados em qualquer parte do corpo, inclusive fora da cavidade abdominal.

 

Para esclarecer dúvidas das mulheres sobre essa síndrome, a ginecologista e diretora do Fertilitat - Centro de Medicina Reprodutiva, Mariangela Badalotti, traz sete informações importantes que devem ser observadas pelas pacientes:

 

- Algumas mulheres não sentem os sintomas. A maioria, no entanto, apresenta dor, principalmente na época da menstruação. Nesse período, o estímulo hormonal para que o endométrio se desprenda estimula esses pedaços fora do útero, causando uma irritação.

 

- A endometriose caracteriza-se por cólicas menstruais fortes. Além disso, pode causar incômodo ao urinar, dor para evacuar e durante a relação sexual.

 

- A doença também é um sintoma frequente da infertilidade. Entre 30% e 40% das mulheres com endometriose não conseguem engravidar — o dobro da população em geral.

 

- Em estado avançado, pode haver danos às trompas e ovários, além de formação de aderências entre os órgãos pélvicos.

 

- O diagnóstico ocorre por meio de videolaparoscopia, uma cirurgia que permite visualizar os focos da doença e coletar amostras para análise histológica. 

 

- Sintomas clínicos e exames laboratoriais e de imagem podem ajudar no diagnóstico.

 

- Se o objetivo é tratar a dor, muitas vezes as medicações hormonais resolvem o problema. No entanto, se há dificuldade para engravidar, há tratamentos específicos a serem feitos, incluindo técnicas de reprodução assistida.

 

› COMPARTILHE

Outros Posts que você poderá gostar