14/04/2019

Suécia anuncia primeiro nascimento após transplante de útero assistido por robô

A Universidade de Gotemburgo anunciou o primeiro nascimento de um bebé após um transplante de útero assistido por robô como parte do seu programa de investigação sobre transplantes de útero na Academia Sahlgrenska. 

O bebé, com 2,9 kg de peso e 48 cm de comprimento, nasceu após uma cesariana planeada na segunda‑feira (8 de abril) às 36 semanas de gestação.

A mãe tinha sido submetida a um transplante de útero em outubro de 2017. A dadora, a mãe da recetora, foi submetida a uma cirurgia laparoscópica assistida por robô e o útero foi transplantado na recetora através de cirurgia aberta. Os investigadores preveem que, no futuro, também poderão transplantar o útero na recetora utilizando cirurgia laparoscópica assistida por robô.

O bebé é o nono a nascer na Suécia após um transplante de útero e o primeiro no âmbito do que os investigadores chamam de “o Projeto Robô”. “Trata‑se de um passo extremamente importante para o desenvolvimento da cirurgia envolvida no transplante do útero, e da sua segurança”, afirmou Mats Brännström, Professor de Obstetrícia e Ginecologia na Academia Sahlgrenska, que lá lidera a investigação. “Pela primeira vez, estamos a demonstrar que a técnica cirúrgica assistida por robô menos invasiva é exequível.”

Até à data e no mundo inteiro, nasceram no total 15 bebés após o transplante de útero. 

› COMPARTILHE

Outros Posts que você poderá gostar