Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Cras sollicitudin, tellus vitae condimentum egestas, libero dolor auctor tellus, eu consectetur neque.

Aperte enter para iniciar sua busca...

FERTI ANDRO – UNIDADE DE ANDROLOGIA

VOCÊ SABE O QUE PODE CAUSAR INFERTILIDADE?
A infertilidade masculina pode ser determinada por diversos fatores:

Anatômicos
Hormonais
Funcionais
Infecciosos
Imunológicos
Comportamentais
Iatrogênicos

E podem provocar alterações no ejaculado, na produção e eficiência dos espermatozoides, ou impossibilitar sua adequada deposição na vagina. 

A IMPORTÂNCIA DE INVESTIGAR CADA CASO
A investigação básica consiste em exame físico e espermocitograma. A partir dessas informações é feita avaliação específica com:

– exames hormonais;
– exames genéticos – cariótipo, microdeleções do cromossomo Y, pesquisa de fibrose cística;
– ecografia do aparelho reprodutor masculino;
– exames complementares do sêmen
– fragmentação do DNA espermático, avaliação imunológica, microscopia eletrônica.

AZOOSPERMIA REQUER MAIS CUIDADOS
Em casos especiais, como a ausência de espermatozoides no ejaculado, poderá ser necessária uma avaliação mais apurada do testículo, por meio de retirada de material do mesmo (citopatológico ou biópsia).

UM TRATAMENTO DIRIGIDO À CAUSA DO PROBLEMA É O MELHOR CAMINHO
Cada caso deverá ser avaliado diferentemente e poderá incluir:

Mudanças de hábitos de vida – abandono de drogas, álcool, fumo, anabolizantes, redução do estresse, perda de peso, exercício físico, sono adequado.

Tratamento medicamentoso – drogas hormonais, antibióticos, antioxidantes.

Tratamento cirúrgico – correção de varicocele, reversão de vasectomia.

Reprodução assistida.

REPRODUÇÃO ASSISTIDA: MÚLTIPLAS OPORTUNIDADES
De acordo com o número de espermatozoides disponíveis, há uma técnica adequada.

Inseminação Artificial
Para casos de oligospermia, astenospermia e teratospermia leves, quando há incapacidade de deposição dos espermatozoides no fundo da vagina. É realizado, também, para evitar contaminação por doenças infectocontagiosas, no caso de uso de sêmen de doador.

Fertilização in vitro
Para casos de oligoastenoteratospermia moderada e nas falhas de inseminação artificial.

Injeção intracitopolasmática de espermatozoides
Para casos de oligoteratospermia severa, astenospermia total, aumento de fragmentação do DNA espermático,  ausência de acrossomo, anticorpos na região do acrossomo, quando há necessidade de retirada dos espermatozoides diretamente do epidídimo ou do testículo, quando há indicação de diagnóstico pré-implantacional.

Aspiração de espermatozoides do epidídimo (PESA)
Indicada nos casos de obstrução por malformação ou infecção, vasectomia, anejaculação, ejaculação retrógrada, dificuldade de coleta de sêmen.

Extração de espermatozoides do testículo (TESA, microTESE)
Indicada nos casos de azoospermia não obstrutiva (ANO), astenospermia total e falha da PESA.

SAIBA MAIS

REVERSÃO DE VASECTOMIA

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e receba novidades da Fertilitat

CONTATO

 

Este espaço foi especialmente criado para que você possa agendar consultas de forma simples e ágil. Basta inserir seus dados, incluindo o horário e a data de sua preferência na aba mensagem. Nossa equipe entrará em contato por e-mail ou telefone, confirmando sua consulta ou sugerindo outro horário, no caso de o escolhido estar ocupado.