fbpx

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Cras sollicitudin, tellus vitae condimentum egestas, libero dolor auctor tellus, eu consectetur neque.

Aperte enter para iniciar sua busca...

FERTICRIO – UNIDADE DE CRIOPRESERVAÇÃO

CRIOPRESERVAÇÃO
SEGURANÇA PARA O FUTURO. CONFIANÇA PARA O PRESENTE.
A criopreservação permite armazenar materiais biológicos para que sejam utilizados futuramente, sem que percam suas propriedades. É uma técnica segura e o material armazenado não tem um prazo de validade, podendo ser utilizado mesmo após longo tempo.

VITRIFICAÇÃO
PRESERVAÇÃO DA QUALIDADE E DA VIDA.
Técnica usualmente utilizada para criopreservação de óvulos e embriões. Baseia-se no processo de congelamento ultrarrápido. Isso evita a formação do gelo no interior das células, o qual poderia danificá-las no momento do descongelamento.

CRIOPRESERVAÇÃO DE EMBRIÕES
MAIS CHANCES DE GRAVIDEZ EM UM ÚNICO CICLO.
No programa de fertilização in vitro o congelamento embrionário permite aumentar as chances, uma vez que possibilita mais de uma transferência de embriões provenientes de uma única estimulação ovariana.

Essa é uma alternativa para reduzir o risco de síndrome de hiperestimulação ovariana e possibilita o ajuste de fatores endometriais, que poderiam comprometer as chances de gravidez.

CRIOPRESERVAÇÃO DE ÓVULOS E TECIDO OVARIANO
CAPACIDADE REPRODUTIVA FEMININA PARA O AMANHÃ.

Estas técnicas beneficiam as mulheres nos casos de:

– indicação médica, havendo a necessidade de um tratamento quimio ou radioterápico;

– mulheres jovens com risco de perda precoce da função ovariana;

– mulheres que necessitam ou desejam postergar a maternidade.

CRIOPRESERVAÇÃO DE ÓVULOS: ALTERNATIVA AO ARMAZENAMENTO DE EMBRIÕES.
Durante o programa de reprodução assistida, pode haver uma produção de óvulos maior que a necessária para gerar o número de embriões que se deseja transferir naquele ciclo. Para esses casais, a criopreservação de óvulos é uma possibilidade.

CRIOPRESERVAÇÃO DE ESPERMATOZOIDES E DE TECIDO TESTICULAR
Os homens que desejam preservar sua fertilidade podem recorrer
A criopreservação pode decorrer de espermatozoides do ejaculado, do epidídimo ou do testículo, ou de tecido testicular para os casos de:

– tratamento quimio ou radioterápico;

– vasectomia;

– diminuição gradativa na concentração espermática.

Durante o programa de reprodução assistida, caso o esposo precise se ausentar no dia da aspiração folicular, é possível armazenar os espermatozoides previamente, sem reduzir a chance de gestação.
Nos casos em que os espermatozoides são retirados do testículo ou do epidídimo, o congelamento evita necessidade de eventual novo procedimento.

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e receba novidades do Fertilitat

CONTATO

 

Este espaço foi especialmente criado para que você possa agendar consultas de forma simples e ágil. Basta inserir seus dados, incluindo o horário e a data de sua preferência na aba mensagem. Nossa equipe entrará em contato por e-mail ou telefone, confirmando sua consulta ou sugerindo outro horário, no caso de o escolhido estar ocupado.