fbpx

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Cras sollicitudin, tellus vitae condimentum egestas, libero dolor auctor tellus, eu consectetur neque.

Aperte enter para iniciar sua busca...

Centro de medicina reprodutiva de Porto Alegre soma mais de 6 mil bebês

Fertilitat - Centro de Medicina Reprodutiva / Notícias  / Centro de medicina reprodutiva de Porto Alegre soma mais de 6 mil bebês

Centro de medicina reprodutiva de Porto Alegre soma mais de 6 mil bebês

Matéria publicada originalmente no caderno Geração E, do Jornal do Comércio

Fica em Porto Alegre uma das clínicas que mais produzem bebês de forma assistida no Rio Grande do Sul. A Fertilitat foi responsável por trazer ao mundo cerca de 6 mil crianças. A história do segmento passa por ali: o nascimento do primeiro bebê de laboratório do Estado, o primeiro casal de gêmeos da Região Sul e o primeiro nascimento da América Latina de óvulos congelados.

“Uma vez, fiz uma enquete aqui na clínica e perguntei qual era o propósito que os fazia levantar da cama todos os dias. A resposta unânime foi construir famílias”, diz Mariangela Badalotti, ginecologista que, junto com o doutor em Ciências da Saúde, Alvaro Petracco, comanda a Fertilitat. O negócio, criado em 1987, teve sua primeira gravidez de reprodução assistida em 1988, que culminou no nascimento do primeiro bebê da clínica em 23 de fevereiro de 1989. Ele tem o nome de Álvaro Luís Santos, em homenagem ao diretor Alvaro Petracco.

“O primeiro bebê do mundo nasceu na Inglaterra e foi um grande alvoroço. Comecei a me interessar pelo assunto na faculdade e o Petracco era meu professor na época. Ele me convidou para integrar a clínica e eu aceitei. Quando nasceu o Álvaro foi um grande alvoroço aqui também. Saímos bastante na mídia naquele ano, foi uma alegria imensa”, relembra Mariangela. Já havia uma clínica em Porto Alegre que estava tentando produzir seus próprios bebês, no entanto a Fertilitat foi a primeira a conseguir esse feito, conforme a empreendedora.

Alvaro tinha um consultório e foi contando para seus pacientes sobre a Fertilitat. Com mais de 30 anos de história, a clínica conta com quase 50 profissionais. O centro de reprodução humana possui 10 especialidades, como oncofertilidade, fertilidade, genética entre outros. Assim como quatro tipos de tratamento: Técnica de Reprodução Assistida, Criopreservação (Vitrificação), Tratamentos Clínicos e Cirúrgicos, e Procedimentos e Diagnósticos.

Com quase 6 mil bebês nascidos por conta da Fertilitat, o ano de 2020 foi diferente para a clínica. “Ano passado foi bem atípico, pois a clínica ficou fechada por um tempo. Os casais queriam fazer procedimentos com a gente, mas não estávamos atendendo. Em outubro voltamos aos atendimentos, mas fizemos ciclos menores em 2020. Muitos casais querem ter filhos e outros querem esperar a vacina”, explica Mariangela. A Fertilitat apostou nas teleconsultas, e o espaço, que fica na Rua Gomes Jardim, nº 201, no bairro Santana, teve que passar por algumas adaptações, como menos cadeiras na sala de espera, limpeza constante das maçanetas e álcool em gel nos ambientes.