fbpx

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Cras sollicitudin, tellus vitae condimentum egestas, libero dolor auctor tellus, eu consectetur neque.

Aperte enter para iniciar sua busca...

Reprodução assistida no Brasil: como funcionam os bancos de óvulos

Fertilitat - Centro de Medicina Reprodutiva / Notícias  / Fertilidade  / Reprodução assistida no Brasil: como funcionam os bancos de óvulos

Reprodução assistida no Brasil: como funcionam os bancos de óvulos

Após alternativas sem sucesso, muitos casais encontram no banco de óvulos o caminho para a concretização do tão esperado sonho da maternidade. Mas afinal, como é esse processo? Quais as formas de se obter os óvulos? E quanto à legislação brasileira, como funciona? A escolha pela importação de óvulos de um banco de doadores permite o processo de um modo sigiloso e sem lista de espera, funcionando de acordo com a legislação de seu país sede.

No Brasil, para o envio de amostras, é preciso o cumprimento de todas as exigências previstas pelo Conselho Federal de Medicina, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e legislação brasileira. Os bancos possuem uma vasta gama de doadoras cadastradas e os processos de seleção são bastante rigorosos, com o objetivo de recrutar mulheres que só poderão efetivar o processo após comprovada aptidão física e emocional.

As doadoras são submetidas à consulta médica com ginecologista e geneticista, além de avaliação psicológica para tratar dos reais desejos de sua doação. São necessários ainda exames de rotina, ginecológicos e exames genéticos normais, além do rastreamento e confirmação de exames virais negativos, proporcionando assim segurança ao casal receptor. “Elas têm a sua identidade resguardada, sendo possível a sua identificação somente pela equipe médica, em caso de necessidade futura. E, ao realizar o procedimento, renunciam a qualquer direito sobre os futuros filhos gerados com esses óvulos”, alerta a ginecologista Talita Colombo, da clínica Fertilitat.

Em alguns países, é possível a visualização da fotografia da doadora, mas, no Brasil, somente a equipe médica terá acesso às fotos. Entretanto, o casal recebe uma descrição detalhada das características físicas e dos resultados de exames realizados, podendo aceitá-la ou pedir uma nova busca no banco.

A grande vantagem do uso de banco de gametas é contar com inúmeras doadoras, que são jovens, possuem diversas etnias e diversas características, facilitando a escolha e diminuindo assim o tempo de espera do casal.

Saiba mais sobre o assunto no nosso podcast exclusivo em: https://spoti.fi/2UnOepC

FacebookWhatsAppTwitterLinkedIn

Newsletter Fertilitat

Aproveite e receba conteúdo exclusivo por e-mail e fique por dentro das novidades, novos conteúdos, eventos e materiais feitos para você.

Fale conosco pelo Whats

Envia um Whatsapp e fale conosco sobre as suas dúvidas, sugestões e mais.

Entre em contato

Este espaço foi especialmente criado para que você possa agendar consultas de forma simples e ágil.